fbpx
22/08/2019

Peaceful Mind


O processo “Peaceful Mind” foi criado por Michel Blume com o intuito de ajudar as pessoas que têm dificuldade em se expressar ou de se expor.


“Nas minhas terapias as pessoas conversam comigo o tempo todo. Na hipnose elas estão conscientes de tudo e, por esse mesmo motivo, muitas vezes o subconsciente pode bloquear alguma informação importante para o tratamento ser eficaz e propor uma mudança significativa na vida das pessoas.
Sabemos que toda a mudança não está comigo, eu só ajudo a pessoa a encontrar essa mudança ou as respostas certas pra vida dela. Portanto, se toda mudança já está dentro de cada um de nós, pensei: por que não fazer a mente da pessoa trabalhar sem que ela se exponha?
Sendo assim, após muitas experiências clínicas, testes, estudos em vibrações das emoções, vibração do som, hipnose, neurociência e PNL, acabei criando o processo Peaceful Mind, onde vou guiar a mente da pessoa para estados profundos e elevados sem que ela diga uma palavra sequer comigo.
Nosso cérebro libera uma vibração em hertz em cada emoção de forma diferente. Assim podemos trabalhar na sequência correta de aceitação da mente subconsciente para modificar e limpar emoções negativas de acordo com a sua frequência.”

Por que o Peaceful Mind funciona?
– É trabalhado na ordem correta das emoções aceitas pelo subconsciente;
– A vibração das emoções se unem à vibração do som;
– A música em escalas menores ou maiores determinam e ajudam o estado emocional desejado;
– O processo é feito cronometrado para trabalhar no tempo correto;
– Palavras chave em momentos chave das emoções geram impacto;
– Frases aceitas na vibração certa se torna uma crença positiva;
– Usa-se condicionamento pavloviano;
– Emersão no auge do processo, causando um “choque” essencial para a efetividade da mudança;
– Não é preciso se expor para o terapeuta. A mente faz todo o processo em silêncio.

Basicamente saímos de uma frequência emocional de 30 Hz e guiamos até a frequência de 600 Hz.

Existem emoções de contração, neutralidade e expansão.


Emoções de contração:

São emoções de sofrimento. Impedem que a pessoa alcance qualquer objetivo e bloqueia sentimentos positivos. Pensamentos negativos e crenças limitantes fazem parte desse campo de vibrações.

Culpa:      30 Hz
Tristeza: 75  Hz
Medo:   100  Hz
Raiva:   150  Hz

Emoções de Neutralidade:

São emoções de superação. Quando você as sente está a um passo de prosperar, porém precisa de outras emoções que ajudem com o ato de agir. Aqui não existe mais sofrimento mas se vive neutro, sem objetivos.

Coragem:    200 Hz
Disposição: 310 Hz
Aceitação:   350 Hz

Emoções de Expansão:

São emoções de prosperidade. Permitem se reconectar com o seu eu interior de forma pura e bloqueia pensamentos e sentimentos negativos. Atração de positividade para a vida, expansão da consciência e mente elevada.

Amor:    500 Hz
Alegria: 540 Hz
Paz:       600 Hz


Geralmente as terapias trabalham somente com as emoções de contração. Mas quando o resultado da terapia é unificado ao Peaceful Mind, a vida muda de forma rápida e impactante (positivamente).

Você basicamente está na linha pontilhada que mostra no gráfico. Geralmente “descemos” em hipnose para acessar o subconsciente e trabalhar as emoções de contração e emergimos do transe de volta na linha pontilhada.
No processo Peaceful Mind trabalhamos as emoções de contração no estado Esdaile, que é o estado mais profundo de hipnose (usado inclusive em cirurgias) e ultrapassamos a linha pontilhada em 9 elevações totais, emergindo no auge do processo que é o estado mental que chamamos de Peaceful Mind.

WhatsApp chat Fale conosco pelo WhatsApp